Estamos todos lixados com “F”…

Posted: 3rd Fevereiro 2011 by enghedi in Delete, Opinião
Tags: , , , , , ,

Hoje comecei o dia a ouvir o grande hit dos Deolinda “Que Parva Que Eu Sou” disponível em diversas versões no TuTubo e que é já um Hino à inconformidade. Viram bem? Eu meti “hino” com “H” grande! É mesmo uma grande música. Basta que a ouçam e percebem porque digo isto. Eu nem gosto de música ligeira, mas neste caso abro uma excepção e os milhares que já a usam como mote para conversa de café também encontraram lá qualquer coisa.

2011 começou da melhor maneira para mim, pessoalmente, com o pior arranque de sempre da minha vida num ano. Vi o IVA subir 2 pontos percentuais, vi o meu portátil cair ao chão e sem poder repará-lo, vi o Cavaco ser eleito para uns anos de arrogância, lobbies e outras coisas. O povo saiu à rua, mas foi ao café… Por tudo isto, estou profundamente chateado com Portugal.

Não basta pagarmos 70 euros por um jogo, não basta termos um custo de vida digno de um país do terceiro mundo, ainda temos um bando de palhaços no poder. Não, não falo nos suspeitos do costume, Sócras e companhia são os mínimos dos mínimos. Falo dos Lobbies. Tal como no mundo dos videojogos os lobbies das Microsofts, Sonys e Nintendos dominam os mercados de uma forma agressiva, são os Lobbies das Gasolineiras, dos Bancos, das Tabaqueiras, das Construtoras, que dominam o nosso país de fio a pavio e não deixam os outros respirar.

Quando o cerco aperta, pede-se aos Portugueses que apertam o cinto, mas o BCP apresenta um lucro de 500 Milhões de Euros. Pede-se paciência, mas o Cavaco anuncia a sua reforma de 10000 Euros mensais. Não podemos gastar mais dinheiro em Gasolina, mas a Galp comunica lucros de 4 mil milhões de euros anuais. Não temos dinheiro para nada mas vamos ter um TGV que ninguém sabe muito bem para que serve. Mandamos o FMI pastar mas os governos Europeus suspeitam da nossa economia. O Primeiro Ministro vai ao médio oriente vender a dívida mas diz que não. Temos um presidente que alega não poder dissolver o Parlamento porque teme pela estabilidade do país, mas depois continuamente ameaça que o faz. Vemos gestores públicos a contar notas mas não temos mão no nosso próprio bolso. Tudo é caro, tudo é complicado, tudo é… MERDA.

Interrogo-me portanto, onde vamos parar. É que a música dos Deolinda tem um mote curioso e encorajador. “Assim damos a volta” tem dois sentidos: OU damos a volta por decapitar estes lobbies por nos apercebermos quão parvos somos, ou damos a volta ao assunto e conformamo-nos, como sempre fizemos, aliás.

Todos os dias interrogo-me onde estão os Exploradores do Novo Mundo que dominaram meio planeta com os Espanhóis. Onde param os Colonizadores das Áfricas, os Dobradores do Cabo da Boa Esperança, os Descobridores de Terras de Vera Cruz? Onde estão os Expulsadores dos Filipes de Espanha? Onde estão? Mesmo os que em 25 de Abril de 1974 depuseram anos de Ditadura, onde pára esse sangue, essa vontade de viver, esse sopro de força?

Estão todos confinados a viver numa ditadura dissimulada. A Tunísia, o Egipto, tão frescos na nossa mente, mostram países relativamente brandos em costumes mas que disseram basta! Em Portugal estamos, em muitos casos, a sofrer o mesmo tipo de opressão, de forma diferente, é certo, mas os que lêem isto, dificilmente conseguem perceber a realidade de muitas famílias que ao dia 15 de cada mês não tem o que comer, mas vêem os Políticos deste país gozar o pagode com brutos projectos, brutos endividamentos e, claro, os Lobbies a crescer que nem doidos.

É uma situação ALARMANTE a que temos, meus caros. Não se enganem. Portugal está em falência técnica e qual consumista cego continua a gastar em projectos absurdos, tudo para encher o bolso de grandes empresas.

Os lobbies existem! A Maçonaria, a Opus Dei, são apenas dois dos grandes motores da economia individualista. Quando se ouve falar de cunhas e de amigos dos amigos, não há aqui mais nada que um movimento Lobbyista que lá fora é chamado de Tráfico de Influências e que é punível por Lei. Mas cá em Portugal permitiu-se que fosse branqueado por um sistema judicial falho e cheio de brechas. Uma nota de 500€ chega para pagar um oficial de justiça… Eles têm muitas notas de 500€…

Depois, mesmo que não sejam parte dos Lobbies, todas as pessoas tem um preço. Sabiam que um gestor de uma empresa pode ganhar cerca de 20000 euros só em prémios? Prémios esses que se resumem a assiduidade, por exemplo. Ou seja, são pagos por entrar a horas… Também são pagos por entrar a horas, vocês? Só não vê quem não quer…

Eu não sou reaccionário. Não sou partidário, nenhum partido político me satisfaz. Também não sou anárquico porque sei os males da falta de orientação. Sou simplesmente um cidadão pagante de impostos que vivo num país que adoro mas que está constantemente a chutar-me na virilha com políticas de estrangulamento que beneficiam tão poucos. E o que me chateia ainda mais é a passividade… estamos impávidos a olhar o roubo. Não fazemos nada. As inter-sindicais marcam manifestações absolutamente ESTÚPIDAS com marchas aos locais. Não há uma pro-actividade em TIRAR O MAL PELA RAÍZ, só dar uns safanões nas pétalas e aparecer na TV a dizer coisas giras… Greves, cortes de estrada… por favor…

Ainda me recordo do bloqueio da Ponte 25 de Abril… Por um aumento de 50$00… lembram-se? Houve real manifestação, houve fortaleza de espírito. Também gostei de ver o país parar por causa dos aumentos do Combustível… E agora? Aumentam-se portagens e nada se diz ou faz… Os combustíveis estão ainda mais caros, mas o pessoal continua a encher depósitos. Ainda vi um movimento no Facebook, mas de nada valeu…

“Protestar para quê?” perguntam uns. “A gente protesta mas eles fazem na mesma!”, dizem outros…

Por pensar assim não fomos Conquistadores. Por pensar assim não eliminámos o Fascismo. Por pensar assim não nos tornámos Portugal.

ACORDEM FODA-SE!

Para quem não viu ainda o vídeo dos Deolinda.

  1. sidsidsid diz:

    O que dizer… não tenho nada que acrescente, a verdade é a que cada um vive e acredita.
    Eu vivo com indiferença. Não o deveria, mas faço-lo, fui conduzido a este estado de desprezar tudo aquilo que “é dos ricos”. Os ricos, os ricos, cada vez mais ricos.
    Estamos a caminhar a passos largos para uma revolução social. Agora, é viver o presente, de forma defundida, e integramente à nossa maneira. Uns emigram, outros fazem-se à vida e adaptam-se ao tal laço de poderes que como tentáculos de polvo, a todo o lado chegou.
    A ESCOLA, o berço da educação do ser humano, que se torna homem sujeito válido que coabita a sociedade, acabou agorinha mesmo de ser adquirida pelo mundo vil da política: mega-agrupamentos, sabem o que é isso? Menos professores, menos capacidade de resposta à miudagem das tecnologias… O modelo de ensino faliu, para quê manter os putos no ensino? O canudo fétiche dos papás de há 10 anos, faliu! No centro de emprego não te arranjam trabalho se não tens apenas o nono ano. Os call centers, a geração dos “faz tudo” aqui e ali, comidos pelo bicho do stress e depressão. Os miúdos que chegam agora aos 30, ou vivem com os papás, e têm direito ao charrinho, fodinha quente na caminha quente na casa-hotel dos papás, ou então vivem PRESOS à prestação da casa. Bons tempos em que seguradoras e bancos venderam sonhos fecundos aos casalitos. Eram jovens, eram, trabalhadores, eram, com sonhos, eram, e agora… PRESOS.

    Nem tudo é mau, os sofás, as consolas, a porno-mamada conssentida do facebook onde IGNORANTES colocam fotografias suas e de menores, todos os dias, ajuda a perceber o bolo: o povo é na sua extensão, MERDOSO, os ricos sabem-no e encheram-no ainda mais daquelas farinhas próprias que engrossam o pão quando vai ao forno.

    O Tuga é miserável, brando, covarde, patético, e orgulha-se de foder gajas boas, só e quando pode comentar que fode e come gajas boas. Espécie que não vale um chavelho. Os ricos/burgueses filhos da putissima, sabem-no, e andam desde sempre, a ejacular engorda-burros para esta gente que sobrevive a ver televisão/novela e no fim de semana empilhados nos shoopings. Façam um zapping rural, descubram a quantidade de BETINHOS forçados de 30 e poucos anos, que se andam a atirar para o poleiro da junta de freguesia ou mesmo câmaras distritais. O TACHO é a política, e para isso há que dar o cuzinho, participar em todo o santo jantar do partido, e levar as bandeirinhas. Depois, é engonhar, começas por algum lado, porque JOB FOR THE BOYS arranja-se, seja na repartição de finanças, seja num hospital, seja na telefonista da junta. Depois, concursos internos daqueles que ninguém sabe, mas que por lei tem que ser afixado (à pressa), e done. Passam de chupadores de pilas pobres, a chupadores de pilas finalmente ricos (ou para lá caminham).

    Branqueamento de capitais…
    Tráfico de influências…

    FMI já! Tunísia já! Egipto já!

    O país foi roubado, e agora os lorpas não abandonam OBVIAMENTE os postos que têm, pelo contrário, agora esta nova plebe de 30 e poucos anos – chupadora de pila – também quer dar uma oportunidade aos novos boys, como que comprando um pouco de axiologia moral profunda e prosaica, naquela cornadura de betinhos de merda “eu é que sou o presidente da junta”.

    Emigrar ou esmorecer?

  2. Jeremias25 diz:

    É realmente triste (no mínimo) ver o estado actual das coisas. Ver a “crise” a cair em cima dos mesmos Parvos todos os dias… enquanto outros continuam com os seus milhões garantidos… Assim realmente a “crise” é dificil de suportar. Para alguns a “crise” é mesmo um mito…

    A outra cansou-se de ser Sexy, eu estou cansado de ser Parvo.