Histórico

    Procura


Rumble Pack apresenta: MIJA 2008
Por: | 2 de Fevereiro de 2009 às 20:22 | 27 Comentários

– Um logótipo redesenhado e tudo, cará!

Apesar de ser suposto fazermos o nosso Top depois de todos os outros, desta vez talvez tenha passado um bocadinho de tempo a mais. Diz que é por a malta ser jovem e tal; há frequências, exames e trabalhos para entregar. Diz… mas não se deixem enganar porque é tudo mentira!

Toda a gente sabe que o Rumble Pack é “basicamente uma revista maria das internetes” cujas as pessoas que escrevem nele têm no Video Games Live o “expoente em que eles conseguem sair do pc” e com os leitores a serem “portugueses mesquinhos de 11 anos que passam o dia ao pc”. Perante estes factos, obviamente que foi por serem mandriões que o MIJA só agora surge.

Felizmente todos vós sabeis que quem está por trás do Rumble Pack não é pessoal de conflitos…

pacificos-rumblepackianos

Por isso, como quem não é de conflitos tem direito de em Fevereiro a fazer um top dos melhores de 2008, eles reuniram-se…

gay-mafia

… incluindo o presidente executivo do Rumble Pack, que quando é para votar aparece sempre. Seth is alive OMG!

Como se recordarão, o MIJA 2007 coroou o Contra 4.  Qual será o MIJA 2008? A resposta depois do clique.

Caso não estejam familiarizados de como são feitas as eleições no Rumble Pack, fica o seguinte esclarecimento.

O processo de eleição do jogo do ano no Rumble Pack é por demais democrático, claramente transparente e indubitavelmente justo. A saber:

  1. Cada um dos distintos membros rumblepackianos pertencentes ao staff elege o seu top 5 de jogos que saíram este ano e que tiveram oportunidade de jogar.
  2. Posteriormente é realizado um edificante e construtivo debate entre o staff rumblepackiano.
  3. Apurado o vencedor por maioria qualificada , é entregue o grande prémio Rumble Pack — Meu Interessante Jogo do Ano 2008 (RP – MIJA 2008).

Eis então o top 5 de cada um — nome do jogo (plataforma em que o jogou):

fallout3

1 — Fallout 3 (PC)
Um RPG como se quer. Não há personagens andróginas com cabelos ridículos, espadas gigantescas ou problemas de auto-estima. E mesmo assim continua a ser cativante e, acima de tudo, viciante. A wasteland tem sempre mais alguma coisa para mostrar, mais uma arma para apanhar, mais um item para descobrir, mais alguém com uma história interessante para ser conhecida, mais uma quest para completar. A liberdade de escolha e a forma como o mundo se adapta a elas bem como a complexidade do mundo criado é impressionante.

2 — Left 4 Dead (PC)
Como é que ninguém pensou nisto antes? Um conceito simples e execução brilhante. Melhor co-op de sempre, anoCtem. Pitadas de genialidade nos cenários, diálogos e personagens.

3 — Gears of War 2 (X360)
Eat shit and die! O nosso jogo de personagem de queixo quadrado deixou o meu aberto umas quantas vezes. O sistema de cover está muito bem conseguido. Ah, e o discurso do Cole mata-me. Falha por acabar muito repentinamente.

4 — Chrono Trigger DS (NDS)
Remake, sim. E?! É Chrono Trigger! História cativante, sistema de combate excelente, já para não falar da música… Pedia contudo mais extras.

5 — Castlevania: Order of Ecclesia (NDS)
Badass Castlevania. Assim é que se quer: difícil. Pena que às vezes se torna saturante e a personagem principal que podia ter sido interessante, não o foi.


dead-space-pc

1 — Dead Space (PC)
Este jogo é perfeito; desde a história típica de filmes de terror, que mesmo do pouco que nos revela é suficiente para ficarmos a saber o que se passa à volta do jogo, à execução técnica divinal. Quando o terminei, recomecei logo de seguida. E o facto de se poder disparar enquanto se anda prova que o Resident Evil 5 é datado e vai ser uma merda.

2 — Left 4 Dead (PC)
Quatro campanhas de história e duas de versus parece repetitivo, mas fiz uma pausa de Fallout 3 por causa deste jogo.

3 — Fallout 3 (PC)
Com mais de 50 horas de jogo e ainda a evitar um final que já ouvi dizer que é uma treta descomunal, este é um dos dois jogos desta lista que puxa pela minha curiosidade exploracional. E também de querer manipular as missões para obter todas as recompensas das várias escolhas que são possíveis serem feitas.

4 — Space Invaders Extreme (NDS)
Deve ser um dos únicos jogos cuja palavra Extreme no título é sinónimo da sua espectacularidade. O misto de Rez e Ikaruga faz deste remake uma excepção ao meu boicote à Concentra. Se é que dá para o encontrar nas lojas…

5 — Far Cry 2 (PC)
Quando o comecei, foi por gozo pois odiei o anterior, mas este surpreendeu-me imenso ao ponto de regressar sempre para continuar a explorá-lo. No entanto está no fim da lista, pois as missões são variadas até certo ponto…

Menção honrosa: Sins of a Solar Empire (PC)
Outrora enorme fã de jogos de estratégia, fiquei espantado com a imensidão deste jogo, o seu ambiente à lá Homeworld e a complexa m,as também ao mesmo tempo, simples gestão. Cada jogo em rede com amigos é longo (mais de 3 horas na minha experiência) e divertido até ao fim. Infelizmente jogar sozinho contra o CPU é como um cão a correr atrás da própria cauda.

1 — Metal Gear Solid 4 (PS3)
Deslumbrante do início ao fim e estou longe de me referir só aos gráficos.

2 — Persona 4 (PS2)
JRPG + school life + date sim = WIN

3 — Lost Odyssey (X360)
O JRPG clássico com apresentação nextgen e com uma história extremamente bem elaborada.

4 — Soul Calibur 4 (X360)
O original continua a ser o melhor mas o jogo online e a extrema costumização estão aí para compensar.

5 — Yakuza 2 (PS2)
You can work as a host in this game. nuff said…

fallout3

1 — Fallout 3 (PC)
A Bethesda conseguiu manter o ambiente dos antigos Fallout em Fallout 3. O jogo foi muito fiel em recriar o universo apocalíptico e adicionou o que havia de melhor em Oblivion como, diversos caminhos e opções para resoluções de problemas; dilemas; e longas horas de exploração para os jogadores. O sistema de V.A.T.S, é encantador e ainda há a vantagem de poder adicionar mods de outros jogadores ou da própria Bethesda. Muito viciante e eu ainda nem terminei de o explorar todo. Ponto positivo por eu poder criar uma personagem estilo Kenshiro de Hokuto no Ken graças aos Perks!

2 — WoW Wrath of The Lich King (PC)
Um dos jogos mais aguardados do ano que correspondeu à expectativa, pese embora o jogo pareça estar a ir num rumo mais casual, mudando assim um pouco a identidade do jogo, o que pode não agradar muitos. Achei o conteúdo demasiado fácil, mesmo para um casual.

3 — Left 4 Dead (PC)
Extremamente viciante e divertido de se jogar e ainda ganha 1 ponto plus por fazer-me sentir no filme Dawn of the Dead.

4 — Dead Space (PC)
Um dos jogos que apanhou a maioria de surpresa. Muito bom e mantém um clima aterrorizante. A história é bastante atraente e tentar saber o que aconteceu com a Ishimura mantém os jogadores a divertirem-se durante toda a campanha.

5 — GTA 4 (PC)
O jogo é surpreendente mas fica a faltar elementos que estavam presentes nos outros jogos, como usar certo tipos de veículos e poder aceder a outros tipos de edifícios, o que retira um pouco a liberdade dos predecessores.

toy-shop

1 — Toy Shop (Comboio das 17h Faro – Lisboa)
Quando o presidente de uma empresa responsável pelo lançamento de um jogo que, no que toca a análises foi 7º pior de 2008 entre todas plataformas e tem o registo 570 em 578 jogos analisados desde sempre da NDS, sugere que as más notas são apenas fruto de uma certa estranheza dos críticos por ser um jogo de uma empresa que, assume vir a querer discutir “taco-a-taco” com as veteranas e também por esta vir dum país que nunca ouviram falar  — esse jogo tem de ser o meu MIJA!

2 — Toy Shop (Comboio das 17h Faro – Lisboa)

Imaginem-se críticos e, de repente, surge 1 jogo de um país que nunca ouviram falar (no âmbito dos videojogos, ex: “Mauritania”, “Argélia”, etc) e de uma empresa que assume vir a querer discutir “taco-a-taco” com as veteranas.
É claro que vão estranhar.

S.T.A.L.K.E.R. Shadow of Chernobyl tem mão, oiçam-me!!! Ucranianos meu pau de óculos!

3 — Toy Shop (Comboio das 17h Faro – Lisboa)

Quem vier a comprar o jogo ou vir os screenshots concordarão que é o grafismo do “Toy Shop” é melhor do que uma grande parte de jogos da DS.

Review de ver screenshots FTW! Ken Kutaragi em 2006 e PS3 4D AM CRY.

4 — Toy Shop (Comboio das 17h Faro – Lisboa)

Devemos contar com 2 ou 3 pontos de penalização por sermos novatos.

Sempre soube: foi o Kojima quem fez World of Goo!

5 — Toy Shop (Comboio das 17h Faro – Lisboa)

A equipa que fez a música foi uma equipa Alemã que tem muita experiência nisso.

[audio=http://www.fileden.com/files/2008/7/4/1989137/amiga%20olga.mp3]


Como já sabem, o debate entre o staff rumblepackiano decorre segundo os mais altos padrões de equidade do mundo…

…tendo deliberado que o MIJA 2008 é:

toyshoptycoondsheader26762

[audio=http://www.fileden.com/files/2008/7/4/1989137/youtube%20-%20toy%20shoppp.mp3]
nana2

É então com muita honra que entregamos o busto netal do MIJA 2008 ao jogo português, Toy Shop.

Sem dúvida o verdadeiro jogo de 2008, que por acaso até é o meu MIJA! Até teve direito às dicas do presidente de como o jogo devia ter sido analisado, ao bom estilo do manual de instruções de como fazer a review do Lair que a Factor 5 enviou aos analistas a respeito das más notas do mesmo. É um orgulho ter um compatriota português como o Paulo Gomes, seguramente ao nível do nosso Kutagão, atentem:

Julgo que o crítico pensou que foram os “amadores” Portugueses que o fizeram isso e… toca a mandar paulada.

Zeitgeist dos videojogos JÁ!!!!!!!11 Ou como se diz no futebol português quando alguém diz algo parecido: investigue-se! E eu digo mais: que não se olhe a meios pois a coisa parece ser uma conspiração faraónica contra nós, ‘tadinhos, pobres, e aleijadinhos portugueses, e que se contrate o inspector dos inspectores!

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=mzLwLRCkXu4&feature=player_embedded]

Não percam 2009 porque nós também não. Até ao MIJA 2009!

E para vocês, qual o vosso MIJA 2008? Discirnam camaradas!


27 Comentários no “Rumble Pack apresenta: MIJA 2008”

  1. devoid diz:

    Preparem-se!!! Vem aí o Under Siege!!!!!

    http://www.undersiegegame.com/

  2. http://dev.undersiegegame.com/?p=50

    tem os looks!

    Sempre me mete pena quando um RTS não está tb no PC. Casualização de RTS, malditas consolas >.<

  3. pataponi diz:

    Do you talk to me?

  4. lol diz:

    Rez HD, porque sou um seguista de merda.

  5. O meu top 3 M.I.J.A. 2008:
    - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots (PS3)
    - Crisis Core: Final Fantasy VII (PSP)
    - Shin Megami Tensei: Persona 4 (PS2)

  6. [...] Leia mais deste post no blog de origem: Clique aqui e prestigie o autor [...]

  7. [...] Leia mais deste post no blog de origem: Clique aqui e prestigie o autor [...]

  8. [...] Leia mais deste post no blog de origem: Clique aqui e prestigie o autor [...]

  9. [...] Leia mais deste post no blog de origem: Clique aqui e prestigie o autor [...]

  10. Terebi-kun diz:

    MIJA 2007: Contra 4
    MIJA 2008: Toy Shop

    Os MIJAs estão a fazer uma lista… diferente =) Vamos lá ver se para o ano que vem é outra vez um jogo DS X)

    Blue Ocean ouvi dizer.

  11. lol diz:

    @Terebi: O de 2009 será Under Siege, em 2020 teremos Ugo Volt.

  12. [...] mas infelizmente as críticas não têm sido muito favoráveis, ou melhor, foram péssimas (prémio MIJA 2008 no Rumblepack), e no nosso país será editado pela Atari, ainda sem data revelada. Tem um aspecto [...]

  13. Fontes diz:

    CADÊ O WII MUSIC, CARALHO?! Ò_Ó

  14. BigLord diz:

    @Ptpsycho: I lol’d xD

    WiiMusic?! DON’T EVEN GO THERE BIATCH!

  15. FapFap diz:

    Estou-me a basturbar.

  16. Cócó diz:

    Smash Bros quatro sempre.

  17. Genial a maneira como de uns “meros” prémios passam a uma crítica à industria (ok, neste caso a crítica é à Seed Studios). Lindo. Fico à espera dos Mija 09!

  18. Zetsu diz:

    Como é possivél não estar o Shenmue na lista… -.-
    é GOTY todos os anos em todos os tops.

    E vocês são maus porque não pediram a lista do Yggdrasil e agora não tem nintendinhos (daqueles mesmo nintendo) para MIJA =(

  19. castigadordaparvoice diz:

    Esqueceram-se do Bob’s Game…
    Toy Shop ftw!

  20. Fontes diz:

    Bob’s game não saiu. Doesn’t count! XD

    Além disso, à custa das birras, o menino Bob não merece prémio nenhum. :P

  21. hyourinnmaru diz:

    os meus mijas

    mirrors edge (PC/PS3/XBOX360)
    metal gear solid 4(PS3)
    lost odyssey(XBOX360)
    infinite undiscovery(XBOX360)
    the last remnant(XBOX360, em breve PC e PS3)
    valkyria chronicles(PS3)
    E…FIFA09!(Por Transformar PESEIROS EM FIFISTAS!)

  22. BigLord diz:

    O jogo do Bob não merece prémio porque é um jogo que nem nome tem :P xD

  23. Alarka diz:

    Chama-se Bob’s Game.

  24. dxvolt diz:

    biglord owned ahahah

  25. cookie monster diz:

    Eu sei usar o paint e eu da próxima vou usar um proxy para pelo menos ninguém saber quem sou eu.

  26. cookie monster diz:

    Eu sei usar o paint e eu da próxima vou usar um proxy para pelo menos ninguém saber quem sou eu.

  27. Terebi-kun diz:

    Meu MIJA 2008:

    - Zelda: WindWaker (GC)
    - Apollo Justice (DS)
    - Super Paper Mario (Wii)
    - Super Mario Galaxy (Wii)
    - Metroid Prime (GC)

Deixa um comentário

Comenta